quarta-feira, 1 de abril de 2009

Bioquímica













Caos

Loucura, ternura.

Atividade, vôo pela singela e brilhante cauda estelar como a de um touro enfurecido.
Nuance linha que separa o amor do ódio, do amor.

Sinto medo, sente-se quando se sente isso.

Ando vivendo nos cantos abertos do Sol do meio-dia. Não sei para onde ir, nem onde estou.

Amo você, tanto quanto o calor dos velhos amigos banhando minhas estupendas válvulas cardíacas bombeando a cada segundo.

Corre e sobe, pula em mim e leve junto, estou livre.

Junto com que vejo êxtase e rosas vermelhas dançarinas da evolução humana, provando por tudo que também podem mesclar-se.

Volto. Estou do seu lado da Lua.

4 comentários:

  1. nao sao gigantes, soh tem 10cm mesmo :(

    ResponderExcluir
  2. esse negócio de platelmintos não me é estranho =P

    ResponderExcluir
  3. não estraga meu sonho de platelmintos gigantes ;x rs

    ResponderExcluir