segunda-feira, 18 de abril de 2011

Pupa



Viver atrás da mentira.

Conviver com muito cuidado.

Até parece uma missão, de tão pesado o fardo, ou o manto.
Recobre os pés, para aquecer.
Solto nas costas e esfria.

Quanto mais quer tirar-se, menos liberdade têm.
O grito abafa, o som torna-se mudo, uma pessoa menos sem voz.
Ninguém persiste desta maneira por muito tempo.

Um mundo cinza, paralelo com a noite cheia de cores e felicidades.
Eu não quero mais acordar, pois meus dias são presos.
Quero poder despertar em meu sonho, trazer o sonho, realizar.

A vida não está somente lá fora, e sim na capacidade de sonhar acordado sempre, para salvar-se de tudo.

Sleep outside; Live inside.

2 comentários:

  1. ás vezes é melhor continuar dormindo, pois o acordar pode ser dolorido, porém tbm é preciso infrentar a realidade por mais dura que ela seja, e aí está a grande questao. Infrentar ou continuar dormindo para ter uma realidade idealizada?

    ResponderExcluir
  2. sempre temos mais "cinco minutinhos".

    ResponderExcluir